A comunicação no mercado da venda direta

Postado em 25/06/2018 por Carla Jaróla

Entre os muitos clientes da Kings Apresentações, há um segmento que demonstra grande interesse na contratação de apresentações profissionais: o de venda direta.

Popularmente conhecido como “venda de porta em porta”, o setor registrou, em 2017, 4,5 milhões de empreendedores em sua força de vendas e movimentou cerca de R$ 45 bilhões, o equivalente a 8% do PIB da indústria de transformação, segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD).

Ou seja, se algum dia o poder da venda direta no Brasil foi subestimado, os números comprovam que este modelo de negócios, ao que tudo indica, funcionou. E continua funcionando!

Mas por que a comunicação é tão importante em empresas de venda direta?

Porque falamos de empresas que possuem, além de suas próprias estruturas, uma grande força de vendas, composta por revendedores/ consultores/ distribuidores/ empreendedores – ou muitas outras formas como eles podem ser chamados – autônomos.

Porém, o maior desafio da comunicação no mercado de vendas diretas, é o que conhecemos como o famoso “telefone sem fio”. Isso porque temos:

  • De um lado da linha, o corporativo e seus diversos departamentos, com profissionais especializados, estratégicos e técnicos;
  • E na outra ponta, o revendedor autônomo, que utiliza uma linguagem diferente e é quem estabelece a ligação direta entre a empresa e o consumidor.

Entre estes dois extremos, há ainda uma série de pessoas encarregadas em transmitir e multiplicar as informações dos produtos, além dos lançamentos, incentivos disponíveis e as metas a serem atingidas.

Por isso, a comunicação neste grupo de pessoas precisa fluir de forma correta e fácil, sem ruídos. E, ao contrário da brincadeira do telefone sem fio que conhecemos, quando somente nos preocupamos em transmitir a mensagem corretamente de uma ponta a outra, aqui é necessário que todos a compreendam.

Neste momento, a apresentação comercial faz toda a diferença e se torna o canal que transmite as informações, sem a necessidade de grande aparato técnico: basta um computador, um projetor e caixas de som.

Por isso, hoje trago para você algumas dicas de sucesso para apresentações corporativas em venda direta, com base em minha própria experiência como roteirista aqui da Kings. São elas:

  • Sua equipe de vendas não é a mesma do marketing, certo? Nem a comunicação deve ser! Pessoas diferentes pedem comunicações diferentes;
  • Encante o revendedor com uma apresentação que proporcione a realização de sonhos, aborde qualidade de vida e autonomia na carreira profissional;
  • Crie uma apresentação corporativa para a equipe de vendas com treinamentos, técnicas de abordagem, venda e pós-venda, entre outros temas;
  • Seja claro e objetivo. Deixe os termos técnicos, palavras em inglês e jargões corporativos de fora, para o revendedor falar a mesma língua do cliente;
  • Por último e não menos importante: utilize vídeos, sons, cores e boas imagens como suporte. Você não quer que a equipe se distraia durante a apresentação, certo?

Em breve, trarei aqui mais informações sobre apresentações para negócios em vendas diretas. Mas se você já quer saber mais sobre como elas podem gerar mais negócios para a sua empresa, entre em contato com a Kings. De apresentações para empresas, nós entendemos!

Compartilhar

Fechar Menu