Habilidades sociais: o que são e como utilizá-las a seu favor

Por Carla Jaróla, 15 de maio de 2019

Quem não conhece a frase “a primeira impressão é a que fica” e que é preciso pouco tempo para criar uma impressão ao conhecer alguém? Por isso, utilizar suas habilidades sociais passa a ser fundamental no primeiro contato, inclusive com os clientes.

Alexander Todorov – professor de Psicologia da Universidade de Princeton – e Janine Willis, da Universidade de Princeton, descobriam que para criar uma primeira impressão bastam apenas 7 segundos. E que ela pode ser confirmada nos 4 primeiros minutos de uma conversa.

Isso porque nosso cérebro trabalha por imagens, além de nossa memória ser associativa. Ou seja, eles não conseguem separar o real do imaginário logo no início, mas somente após as informações serem apresentadas.

Por esse motivo, desenvolver as habilidades sociais é altamente estratégico. Sabe aquela pessoa que interage com outros com facilidade e consegue transmitir sua mensagem? Ela tem suas habilidades sociais bem desenvolvidas.

Mas isso é um dom? Não necessariamente!

Algumas pessoas podem ser mais desinibidas ou terem oratória mais clara, mas ainda assim, treinam para falar com diferentes públicos. Isso porque elas entendem como essas habilidades funcionam.

Note que elas seguem alguns fatores, que você também pode utilizar:

– Sentimentos: é mais fácil convencer alguém com eles que com o uso da lógica. Ao invés de focar em números, destaque os benefícios que o cliente terá com seu produto ou serviço.

– Ganho: aproveitando o gancho acima, reforce os ganhos, sejam eles financeiros, de produtividade, qualidade… Destaca-los “abre” os olhos do seu público.

– Storytelling: sim, aqui ela também é fundamental. Conte uma história quando possível, você gera proximidade, aumenta o interesse e facilita a compreensão do assunto.

– Conheça seu público: já falamos aqui sobre esse tema. Lembre-se que audiências diferentes pedem linguagens e conhecimentos diferentes, mesmo que estejam na mesma empresa.

– Ouça: por consequência, saiba ouvir, sempre. O público se sente mais próximo ao ser ouvido e, no mínimo, você aprende algo.

– Esteja presente: nada de usar celulares, enviar mensagens ou qualquer outra ação que te distraia. Mantenha o foco no cliente e demonstre que ele é importante.

Com essas dicas, ficou muito mais fácil ter sucesso naquela primeira reunião ou no primeiro contato com seu ouvinte. Quer mais ajuda? Entre em contato conosco e saiba como podemos te preparar.

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
Fechar Menu