Por Sergio Auerbach, 25 de Julho de 2018

Esse é o termo que todos que trabalham com Comunicação e Marketing tem ouvido ultimamente. A “palavrinha mágica” do momento.

Campanha? Storytelling!

Relacionamento? Storytelling!

Programa de Incentivo? Storytelling!

Mas afinal, o que é e, principalmente, para que serve o Storytelling?

Bom, vamos por partes.

A humanidade conta histórias desde que descemos da árvore e desenvolvemos a fala. A fala é o que nos diferencia dos outros animais. Temos a capacidade de nos fazer entender pelos nossos semelhantes e, acima de tudo, a capacidade de contar histórias.

Contar uma história nada mais é do que a junção de dois fatores:

Conteúdo (Story) + Narrativa (Telling).

O que acontece no mercado atualmente é a necessidade, por parte de suas empresas, de se fazerem notadas e se destacarem em um ambiente muito concorrido.

Na era da internet, das redes sociais, do controle remoto, não é mais aconselhável “invadir” a privacidade do consumidor para um “recado comercial”. Este simplesmente muda de canal ou sai de determinado site se for interrompido com uma propaganda não solicitada.

Ou seja, antes de “fazer a oferta”, é preciso capturar a atenção deste consumidor e fornecer a ele algo que interesse. Assim ele genuinamente vai consumir seu conteúdo comercial.

E todos nós, no mundo todo, estamos interessados em boas histórias. O que vai garantir que o público se interesse por uma boa história é a maneira como contamos.

No caso de empresas e marcas, transformar seu conteúdo (dados, diferenciais, números, vantagens, soluções, etc) em uma narrativa que cative o público e, principalmente, desperte seu interesse.

Ou seja, mudamos da era da interrupção (comercial de TV, banner no site, etc.) para a era do engajamento (vídeos inspiradores, personagens cativantes, finais motivadores).

Ao Personificar e Humanizar sua marca (e seus produtos e serviços), envolve-la em Dramas e narrar jornadas épicas de superação, as marcas do século XXI atingem seus grandes objetivos: capturar a atenção do cliente/consumidor e engajar o público criando uma relação com determinada marca.

O Storytelling existe há milhares de anos. Nós sempre contamos histórias. A novidade é que empresas e organizações do mundo todo perceberam o enorme potencial dessa “ferramenta” e começam, cada vez mais, a fazer uso desse poderoso recurso em suas estratégias corporativas.

Aqui na Kings usamos o Storytelling para ajudar nossos clientes a descobrirem e desenvolverem histórias específicas para cada público, cada momento e cada necessidade em suas trajetórias de sucesso.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
Fechar Menu
Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this